Facebook começa a oferecer links para outras versões de “notícias falsas”

A guerra contra as notícias falsas está longe de ser vencida e o Facebook começou a implementar essa semana sua mais nova arma: um sistema de recomendação automática de links alternativos.

Uma vez que a sinalização de notícias falsas não está surtindo o efeito esperado, a rede social irá disponibilizar também uma série de “artigos relacionados” próximos a notícias classificadas como falsas na linha do tempo.

O objetivo é disponibilizar automaticamente um diferente ponto de vista sobre o mesmo tópico ou desmistificar boatos e rumores dentro da rede social. O recurso estava em fase de testes desde Abril, mas começa agora a ser distribuído mais amplamente para todos os seus usuários. O Facebook explica que “desde o início do teste, nós ouvimos que os Artigos Relacionados ajudam a dar as pessoas mais perspectiva e informações adicionais e as auxiliam a determinar se uma notícia que ele estão lendo é enganadora ou falsa”.

Para combater as acusações de ser tendencioso em seus critérios, o Facebook adota um sistema de aprendizado de máquina para suas classificações. O algoritmo determina se uma notícia ou link tem potencial de ser um rumor ou notícia falsa e o conteúdo é enviado para ser analisado para checadores de fatos externos, parceiros especializados nesse tipo de serviço. Segundo Tessa Lyons, Diretora de Integridade de Notícias do Facebook, “nós não queremos ser e não somos os senhores da verdade. Os analistas de fatos podem sinalizar se uma história é falsa ou verdadeira”.

Queremos saber sua opinião