Empresa que fraudava cliques no Facebook sai no lucro

O spam compensa? Fraudadores saem lucrando
A Adscend Media fechou um acordo milionário na Justiça nos Estados Unidos após fraudar cliques no Facebook e prejudicar milhões de usuários. Ainda que se calcule seu faturamento em mais de 20 milhões de dólares ao ano com o esquema, a empresa foi multada em apenas 100 mil dólares no tribunal.

Com o acordo realizado com a promotoria do Estado de Washington, a Adscend Media se comprometeu também a não produzir mais conteúdo falso ou divulgar spam na rede social. Como parte do acordo, a empresa não admitiu a culpa no caso.

A empresa é especializada em marketing de afiliados e foi acusada de desviar cliques para anunciantes. Em um dos esquemas, era explorada uma vulnerabilidade em navegadores que permitia que o botão “curtir” do Facebook ficasse invisível e sobreposto com imagens de conteúdo provocante, que induziam o clique.

Em outro golpe, ainda mais sério, era praticado o clickjacking, onde o clique era realizado sem intervenção do visitante, fazendo com o que o usuário divulgasse conteúdo sem saber em sua conta no Facebook.

O próprio Facebook também já havia aberto um processo contra a Adscend Media e alcançado um acordo anteriormente, mas os detalhes não foram divulgados.

.