Drone criado pelo MIT pode ficar voando por cinco dias

Um grupo de engenheiros do MIT fez o primeiro teste de um drone capaz de ficar voando por cinco dias direto usando um único tanque de gasolina.

Batizado de Jungle Hawk Owl, a aeronave de sete metros de envergadura é a resposta de uma das mais conceituadas universidades de tecnologia do mundo para um desafio proposto pela Força Aérea dos Estados Unidos.

Os militares desejavam um veículo aéreo não-tripulado movido a energia solar dotado de ampla autonomia para servir de ponto de comunicação em áreas afetadas por desastres naturais e situações de emergência. Tradicionalmente, são utilizados balões para esse tipo de operação, mas eles são suscetíveis a ventos e não são tão efetivos quanto um drone poderia ser se permanecesse no ar pelo tempo necessário. Em resposta, o MIT desenvolveu o Jungle Hawk Owl:

A aeronave é fruto de um esforço colaborativo de diferentes unidades do Instituto de Tecnologia de Massachusetts, que, de imediato, abandonou a ideia de mover o veículo com energia solar, em prol de um tanque de combustível tradicional. Ao contrário do que muitos imaginam, a energia solar exigiria um drone ainda maior e mais pesado, devido ao tamanho necessário dos painéis de captação e o tamanho da bateria para operar a estrutura.

O professor Warren Hoburg, um dos coordenadores do projeto, explica a decisão: “construir um aeroplano solar seria um grande elefante branco. Com o design que escolhemos, nós já conseguimos um primeiro voo. Foi fácil de construir comparado com outras aeronaves disponíveis, e o custo e o consumo de combustível são realmente baixos. Nós gastamos mais combustível dirigindo para o ponto de decolagem do que voando o aeroplano por três dias”.

O projeto pode ser facilmente desmontado e remontado nas regiões onde seja necessário. Sua estrutura é leve, mesmo considerando o tanque de gasolina, e suporta o transporte de uma unidade de comunicações do tamanho de uma caixa de sapato, também desenvolvido pelo MIT. Seus criadores acreditam que o drone não apenas está capacitado para atender às necessidades da Força Aérea como também pode ser empregado por empresas de tecnologia em iniciativas de levar a internet para áreas rurais.

Queremos saber sua opinião