Dados de quase quatro milhões de estudantes paulistas vazam na internet

A Secretaria Estadual da Educação de São Paulo recebeu uma denúncia de que dados de 3.8 milhões de estudantes paulistas da rede pública estavam acessíveis na internet para quem quisesse.

Informações como nome completo, escola onde estava matriculado, frequência escolar e até notas estavam expostas em um sistema cuja planilha de senhas de acesso circulava pela web havia quatro dias.

A Plataforma Foco Aprendizagem foi criada no ano passado para auxiliar as escolas da rede estadual na identificação de problemas de aprendizado e cada uma das unidades tinha um login e senha diferentes para ter acesso somente aos dados relativos de sua instituição. O acesso era limitado para servidores e professores e nem os alunos ou os pais e responsáveis poderiam entrar no sistema. Entretanto, o jornal Estado de São Paulo descobriu que um link para uma planilha de 153 páginas contendo login e senha de todas as escolas estava sendo compartilhado no Facebook.

A Secretaria Estadual da Educação de São Paulo tirou o sistema do ar, embora informe em comunicado que não houve nenhum prejuízo pedagógica para os alunos que podem ter sido afetados. A Secretaria também afirmou que registrou um boletim de ocorrência e abriu uma sindicância para apurar como essas informações foram parar de forma leviana na web.

 

 

Queremos saber sua opinião