Criptografia: Gmail passa a manter https ativado por default

Gmail agora só funciona com https.
Em um anúncio cujo timing faz lembrar bastante do outro tema “quente” do Google ontem (o término voluntário da censura no Google.cn, mesmo sabendo que isso pode significar o fim de suas operações na China, após incidentes de invasão chinesa a contas do Gmail, em um resumo bem cru), fomos informados de que agora a conexão criptografada (https) passa a ser default para todas as conexões do Gmail – para proteger seus dados de bisbilhoteiros, informa o primeiro parágrafo do anúncio, sem dizer quem são estes bisbilhoteiros – e nem imaginamos, certo?

A opção estava disponível desde 2008, mas até ontem o default era estar desativada. Só que mesmo quem não mora em países totalitários que chegariam a considerar a idéia de bisbilhotar a correspondência digital de seus cidadãos pode ter boas razões para querer usar o https (ou outro protocolo com criptografia) no e-mail – por exemplo, ao usar redes cuja administração é compartilhada com terceiros não-confiáveis, ou mesmo ao usar hotspots ou pontos de acesso público.

Há um custo a pagar em desempenho, mas hoje esta perda já não é mais tão percebida assim, na maioria dos casos comuns do mercado. E se for o seu caso, basta usar as configurações do próprio Gmail para desativar o uso contínuo do https (me parece que a autenticação continuará sendo via https mesmo assim).

Com informações de Br-linux.