Calçados inteligentes querem ensinar você a dançar

Calçados inteligentes não servem apenas para pedir pizza online. Eles também podem ensinar você a dançar como um profissional!

Pelo menos, essa é a proposta do Rhythm Shoes, uma espécie de sapatilha inteligente integrada com um aplicativo que promete transformar o mais desajeitado dos sujeitos em um autêntico pé de valsa.

Usando um conjunto de sensores e um sistema de vibrações que funcionam como alerta, o calçado é capaz de orientar o usuário sobre qual pé utilizar e em qual direção, no momento certo que o ritmo exige. O aplicativo no smartphone oferece aulas interativas integradas com o gadget, com vídeos explicativos e tutoriais. No fundo, é uma versão modernizada dos discos e manuais de dança dos anos 60 e 70. Confira como funciona:

Segundo Cesar Gutierrez, o criador do Rhythm Shoes, “dançar é uma forma fantástica de se manter em forma e exercitar os músculos mentais – mas, por muito tempo, muitas pessoas enxergaram o aprendizado de dança como um processo custoso e complicado”. A meta da equipe então foi criar uma solução que facilitasse o aprendizado, ou, como explica Gutierrez, “quebrar a maldição dos dois pés esquerdos”. Com o gadget, é possível inclusive dominar um amplo espectro de estilos de dança.

Como convém para o público moderno, o aplicativo também tem um lado de rede social. Gutierrez explica: “usando o aplicativo de ritmo, você pode configurar um perfil para encontrar novos parceiros de dança, compartilhar seu progresso ou desafiar seus amigos. Nós estamos até mesmo introduzindo um elemento de aprendizado visual, com aulas de ritmo ao vivo em grandes cidades, onde nossos usuários poderão aperfeiçoar suas técnicas e encontrar outros dançarinos em sua área”.

Entretanto, a iniciativa da startup nova-iorquina Solid Pixels depende do sucesso da campanha de financiamento coletivo aberta no Indie GoGo. Com apenas US$350 levantados dos US$40.000 solicitados e somente dois apoiadores no fechamento dessa matéria, o futuro do calçado dançarino não parece muito promissor. Pelo visto, você terá mesmo que ficar na mesa, garantindo o lugar… ou arranjar outra forma de soltar esse John Travolta interior que você esconde.

Queremos saber sua opinião