Cabify e Easy juntam forças para enfrentar Uber e 99 no Brasil

Depois de um ano de intensas negociações, a startup espanhola de mobilidade urbana Cabify e a brasileira Easy, antiga Easy Taxi, juntaram forças para enfrentar o Uber e o crescimento da 99 no mercado nacional.

Embora as duas empresas falem sobre fusão, a revista Exame apurou que a Cabify na verdade comprou a Easy por uma cifra não revelada e Juan de Antonio, presidente e fundador da empresa espanhola, assumirá o comando das operações.

Apesar da consolidação, os aplicativos continuarão existindo de forma independente por tempo indeterminado e os serviços continuarão os mesmos para os usuários. “No futuro, a união de marcas pode acontecer, mas não vai ser no curto prazo. As duas marcas funcionam bem estando separadas e temos capital para manter isso”, explicou Jorge Pilo, co-presidente da Easy. E acrescentou: “a indústria de transporte por aplicativos está mudando e vai ser fundamental no futuro. Essa união nos coloca em uma boa posição para competir”.

A Cabify está disposta a investir R$200 milhões no mercado brasileiro para expandir seu alcance. Coincidência ou não, é a mesma cifra que o Uber garantiu que irá investir por aqui também esse ano e o mesmo exato valor total dos aportes recebidos pela 99 para acirrar a competição nas ruas.

Fundada no Brasil em 2012, a Easy está presente em 170 cidades de 12 países da América Latina. O anúncio da aliança com a Cabify intensificou os protestos contra suas operações na Colômbia, onde os taxistas reclamam de concorrência desleal com o serviço prestado através do aplicativo.

Queremos saber sua opinião