Apple vai fazer a limpa na App Store

A Apple anunciou que irá fazer uma “limpa” na App Store, removendo todos os aplicativos que considera “problemáticos e abandonados” da loja digital.

O expurgo em massa está previsto para acontecer nessa quarta-feira, dia 7, quando a Apple também irá realizar uma conferência que pode significar grandes revelações da empresa, inclusive o anúncio do aguardo iPhone 7.

Mas será que o evento em São Francisco e a limpeza da App Store tem alguma relação? O comunicado enviado para os desenvolvedores não dá nenhuma pista sobre a sincronicidade da data. Na mensagem, a Apple informa que sempre se preocupou com a qualidade dos aplicativos oferecidos para seus usuários e está tomando a atitude de remover do catálogo todos aqueles que não atendem a esses padrões de qualidade.

“Existem aplicativos na App Store que não funcionam mais como deveriam ou não seguem as regras de revisão atuais, e outros que não vem recebendo suporte com atualizações de compatibilidade por um longo tempo. Nós estamos implementando um processo contínuo de avaliação desses aplicativos para essas questões, notificando seus desenvolvedores, e removendo aplicativos problemáticos e abandonados da App Store”, informa o comunicado.

A Apple também notificou os desenvolvedores que passará a ser imposto um limite de 50 caracteres para o nome de seus aplicativos, sejam novos aplicativos adicionados à loja ou mesmo atualizações de aplicativos já existentes. O objetivo da medida é evitar o abuso, em que desenvolvedores utilizavam nomes excessivamente longos para chamar a atenção nos resultados de busca dentro da App Store.

Ainda segundo a Apple, essas duas estratégias são um esforço para manter a loja fácil de ser utilizada e prática para os usuários. No total, a App Store já conta com mais de 2 milhões de aplicativos cadastrados no sistema e cerca de 100 mil novos programas são adicionados semanalmente.

Queremos saber sua opinião