Apple confirma desenvolvimento de veículos autônomos

Depois de anos de rumores e especulações, a Apple finalmente confirmou que está envolvida no desenvolvimento de carros de auto-condução.

A empresa entregou um documento para a agência reguladora de transportes dos Estados Unidos onde revela seu interesse no setor.

“A companhia está investindo pesadamente no estudo de aprendizado de máquinas e automação, e está empolgada com o potencial dos sistemas automatizados em muitas áreas, inclusive os transportes”, informa o documento oficial, assinado por Steve Kenner, diretor de Integridade de Produtos da Apple e entregue à National Highway Traffic Safety Administration, órgão responsável pela segurança nas estradas e pelo gerenciamento de projetos de veículos autônomos. O documento é datado de 22 de Novembro, mas veio à público apenas agora, através do jornal The Guardian.

Não há detalhes ou datas sobre como exatamente a Apple pretende entrar no mercado dos carros inteligentes, mas essa é a primeira prova concreta de que a empresa está mesmo interessada no segmento. Entretanto, não se sabe se a Apple irá investir em uma solução completa pronta ou se atuará como fornecedora de plataformas para outras empresas. O documento apenas detalha as vantagens de segurança da auto-condução e os benefícios que essa tecnologia pode trazer para a sociedade.

Segundo rumores ainda não confirmados, a Apple teria um time de cerca de 1000 engenheiros trabalhando no chamado Projeto Titan, dedicado a veículos autônomos. Alguns deles teriam vindo da rival Tesla e teriam sido contratados por valores acima do mercado para migrarem para a Apple.

A Apple é uma das últimas gigantes da tecnologia a investir no setor e terá pela frente a ampla dianteira de empresas como Google, Uber e a própria Tesla, além de diversas montadoras que já estão em fase de testes nas ruas de soluções prontas para o mercado. A estimativa da consultoria KPMG é de que até 2025 a indústria dos carros inteligentes movimente US$ 1,1 trilhão no mundo todo.

Queremos saber sua opinião