Aplicativo ecológico brasileiro é inspirado em Pokémon Go

Não é todo mundo que tem a chance de ver um lobo-guará passando pela rua ou uma capivara no gramado de casa, mas foi pensando nessa experiência que professores da Universidade de São Paulo (USP) desenvolveram um aplicativo.

Batizado de BioExplorer, ele segue a linha de Pokémon Go, mas, ao invés de exibir monstrinhos japoneses no mundo real, ele permite que  jogadores localizem animais da fauna brasileira usando Realidade Aumentada e aprendam sobre eles.

O aplicativo gratuito já está disponível desde Junho para Android e iOS com apenas quatro animais: o lobo-guará, o carcará, a capivara e a onça pintada, mas a ideia é adicionar novos elementos da nossa fauna e até plantas, assim como mitos do folclore nacional. Segundo Antonio Saraiva, professor da Escola Politécnica e coordenador do grupo de pesquisa BioComp, o objetivo é cativar “jovens de todas as idades, assim como aconteceu com o Pokémon Go”.

Mas aqui o jogador não “captura” os animais encontrados. Uma bússola é capaz de marcar o animal que estiver mais próximo em um raio de 35 metros e, ao se aproximar dele, o jogador é contemplado com uma animação do bicho e um áudio e um texto de apresentação sobre suas características. Quem conseguir encontrar os quatro animais receberá a visita surpresa de uma quinta criatura, um ilustre integrante do folclore brasileiro, integrado com nossa natureza.

Queremos saber sua opinião