Anonymous inicia ofensiva contra a China

Anonymous inicia ataques contra a China
O grupo hacker Anonymous declarou guerra total ao regime comunista da China. Além de inaugurar sua primeira facção dentro do país, o grupo já atacou vários sites este mês e está determinado a sabotar a barreira de censura do governo.

O número de sites derrubados ou invadidos desde 30 de março já chega à casa das centenas. Entre os alvos estão endereços do governo e empresas. Em um deles, os hackers deixaram uma mensagem: “Povo chinês, seu governo controla a Internet em seu país e se esforça para filtrar tudo o que considera uma ameaça para ele. Tenha cuidado.”. A mensagem também recomendava o uso de programas capazes de burlar a vigilância das autoridades.

O governo chinês é um dos mais rigorosos sobre o uso da Internet e o sistema desenvolvido para monitorar a atividade na web foi apelidado de O Grande Firewall da China (ou GFW), uma referência a um de seus mais famosos monumentos. E é justamente este sistema o principal alvo da ação do Anonymous.

O grupo hacker já divulgou senhas e bancos de dados de serviços do governo da China. E promete não parar por aí: “Povo chinês, povo do mundo, … repórteres também, nós queremos a  #GFW morta, não será fácil… Não esperem que aconteça na próxima semana, ou um dia qualquer”, afirma um dos tuítes do Anonymous China.

.