Como aumentar a segurança do seu dispositivo Android

Com a falha de segurança no Stagefright, usuários de Android se flagraram extremamente vulneráveis essa semana. Mas não precisa ser assim. Se você seguir alguns procedimentos básicos no dia a dia, seu dispositivo Android estará bem mais protegido do que você imagina. E não é complicado.

  1. Use uma senha de acesso. Não uma senha qualquer, mas uma senha boa, forte, pelo menos para a inicialização do sistema, e uma senha mais fácil para desbloquear a tela. Não reutilize senhas.
  2. Procure um dispositivo que receba atualizações diretamente do Google. O bug do Stagefright já foi corrigido pelo Google e alguns aparelhos Android já receberam a correção. Se você recebe atualizações apenas do fabricante, esse processo pode demorar semanas, meses ou nunca acontecer.
  3. Preste atenção nas autorizações que os aplicativos estão solicitando na hora da instalação. Desconfie de todos.
  4. Procure aplicativos somente nas lojas conhecidas. Isso inclui além da Google Play, a Amazon App Store, a Mobo ou a loja específica do seu fabricante.
  5. Por razões óbvias, evite ao máximo baixar .apk de fontes desconhecidas.
  6. Tome cuidado com pontos de Wi-Fi públicos ou aparentemente seguros. Todo cuidado é pouco.
  7. Se você realiza alguma operação sensível no aparelho, como administração de finanças ou mesmo Internet Banking, considere a possibilidade de encriptação. A performance do dispositivo vai cair, mas a segurança será ampliada e muito.
  8. Procure instalar aplicativos que analisam a presença de malware no dispositivo, de fabricantes conceituados.
  9. Tenha instalada pelo menos uma solução para o caso de perda ou furto do aparelho.
  10. Deixe a navegação por sites suspeitos para seu desktop, onde provavelmente existe uma proteção mais robusta baseada em firewall, antivírus e sistema atualizado.

No mais, use o bom-senso, evite ofertas tentadoras demais para ser verdade ou arquivos suspeitos vindos daquele “amigo do peito” que nem lembra o seu nome.

Queremos saber sua opinião