Opinião de programador: O Google Chrome é tudo isso?

Não dá para negar que o Google Chrome foi lançado em um momento oportuno.

Ele é muito mais do que um navegador. Ele representa a última ação do Google na discussão sobre padrões e melhores práticas para da web como uma plataforma de aplicações. Hoje, ele pode ser a oferta mais importante da companhia desde o Gears.

"O Google Chrome e o Gears entram na web de duas direções. O navegador é um esforço para fazer a web melhor para os usuários. O Gears quer fazer a web melhor para os programadores," disse Adam Goodman no quadrinho de Scott McCloud que apresentou o Chrome.

Para nossa sorte, o Google Chrome chega com todas as funções do plug-in do Gears para o Firefox e o Internet Explorer. Ele é, inclusive, mais rápido do que os rivais.

Mas não acho que só os usuários ganham com o Chrome. Existem muitas coisas que vão agradar os desenvolvedores também.

Pode não ter surpreendido ninguém a decisão do Google de usar o motor de renderização do WebKit HTML, mas isso é significativo. O WebKit, uma versão melhorada do projeto open source KHTML, é um motor de renderização usado pela Apple no Safari. É também o motor usado no iPhone e no Google Android, duas das mais importantes plataformas móveis hoje.

Ou seja, o Google Chrome não significa um navegador diferente para se suportar. Na verdade, é um novo voto para fazer do WebKit o preferido para desenvolvimento web.

E o WebKit não foi escolhido só por ser popular. Ele também é muito rápido. As páginas carregam, em geral, mais rapidamente no Chrome do que no Firefox 3. Mais ainda, o WebKit lidera na corrida de compliance com padrões web (o Opera está próximo em segundo).

Quanto mais programadores apostarem em códigos completamente compliance, mais estaremos livres de truques não documentados e hacks para determinados tipos de navegadores.

E não é só isso. Chrome tem destaque também com o motor de execução de códigos V8, melhor até do que o TraceMonkey do Firefox. A maneira do Chrome lidar com JavaScript significa rodar aplicações web com velocidade incrível.

Mas o V8 é também um ambiente apropriado para máquinas virtuais, capaz de realizar múltiplas threads e gerenciar a memória melhor do que qualquer implementação JavaScript. Para os desenvolvedores, isso só solidifica a posição do JavaScript como uma legítima plataforma para desenvolvimento de aplicações.

O Google Chrome está, realmente, um passo à frente no projeto de criar o melhor software cliente para uma plataforma de aplicações na web.

A Google não precisa que o Chrome seja um matador de Firefox ou mesmo ter a liderança no setor de navegadores. O importante é que o Chrome vai nos manter debatendo – e isso vai ajudar a levar a web para frente.

Agora é o momento de discutirmos novos padrões e práticas para a web. Neste debate, o Google está claramente na ponta da mesa.

Nós queremos saber sua opinião aqui