A moda dos gigantes da informática ou porque eles se vestem desse jeito

Eles controlam ou controlaram empresas que determinam o destino e o moldam o cotidiano de milhões de pessoas pelo mundo. São os gigantes da tecnologia.

Mas não é porque eles lidam com grandes fortunas todos os dias e tecnologias capazes de alterar o futuro que eles precisam ligar para coisas banais, como o que vestir. Bem diferente de você que precisa passar um ferro naquela blusa xadrez que ganhou da sua tia e que todo mundo do escritório já manjou há muito tempo ou aquela camisa do Metallica que o chefe já falou para você não usar em dia de reunião com o cliente.

Então, vamos parar de olhar para nosso armário um pouco para não entrar em depressão e dar uma conferida na moda desses colossos que nos inspiram e, quem sabe tirar algumas ideias de vestuário também.

Mark Zuckerberg

Quem acompanha a carreira do fundador e CEO do Facebook pode ter a impressão de que ele está vestindo sempre a mesma coisa: uma camisa cinza básica, um jeans surrado e tênis. Se estiver frio, ele usa o mesmo casaco por cima da camisa cinza. Parece, né? E é verdade. O executivo já admitiu que possui 18 camisas cinzas idênticas no seu armário.

Mas, afinal, será que um dos homens mais poderosos da Terra não tem dinheiro ou gosto para mudar de estilo? A resposta de Mark Zuckerberg é bem clara: “Eu realmente quero limpar minha vida para que eu tenha que tomar o menor número possível de decisões sobre qualquer coisa, exceto sobre a melhor forma de servir a esta comunidade”, respondeu ele certa vez durante uma sessão de perguntas e respostas na internet.

E acrescentou: “estou numa posição de muita sorte, na qual acordo todos os dias pensando em atender a mais de um bilhão de pessoas. E eu sinto que não estou fazendo o meu trabalho direito se gastar minha energia em coisas que bobas ou frívolas da minha vida”. Então, Mark Zuckerberg acorda todos os dias pela manhã, pega a primeira combinação de roupa que aparece no armário e vai iniciar uma revolução tecnológica em algum lugar.

Mas o CEO do Facebook sabe também se vestir adequadamente, quando a ocasião pede:

Steve Jobs

Zuckerberg não tirou essa ideia de usar sempre a mesma combinação do nada: ele confessa que se inspirou em Steve Jobs, que já fazia isso muito antes de, bem, muito antes disso virar moda. A blusa preta de cola alta e a calça jeans se tornaram uma espécie de marca registrada que acompanhou o fundador da Apple desde seus primórdios até os últimos dias de sua vida, seja no ambiente profissional, sejam durante apresentações ou aparições públicas:

Mas enquanto seu discípulo Zuckerberg tem 18 blusas cinzas, Steve Jobs abriu seu armário para seu biógrafo meses antes de morrer e mostrou que possuía centenas de blusas idênticas. E admitiu meio brincando, meio profético, que tinha “o suficiente para o resto de minha vida”.

Essa quase mania de Jobs nasceu de uma visita aos escritórios da Sony, no início dos anos 80. O executivo norte-americano ficou surpreso ao saber que os funcionários da empresa japonesa usavam um uniforme, mas gostou da ideia. Ao retornar aos Estados Unidos, trouxe consigo o designer criador do uniforme da Sony e tentou implementar o conceito para o pessoal que trabalhava na Apple. Entretanto, ninguém curtiu a proposta… Mas Jobs aproveitou o trabalho do designer japonês para projetar a roupa que acabaria se tornando seu estilo por três décadas.

Isso também não significava que Steve Jobs não estivesse preparado para adotar um visual diferente de acordo com o momento:

Tim Cook

Coube a Tim Cook continuar o legado de Steve Jobs, mas o novo CEO da Apple adotou, digamos assim, um estilo próprio. Ele ainda tenta ter um pé no jeito casual de seu mestre e antecessor, usando calças jeans sempre que possível e blusa por fora da calça, meio eu-não-tenho-milhões-de-dólares-na-conta-e-sou-como-você. Mas sem dispensar a elegância de quem comanda uma empresa bilionária.

Embora tenha sido avistado com cores mais claras, Cook tem preferência por tons mais sóbrios, alterando com grande frequência entre o preto e o azul-escuro, talvez para manter uma ligação, uma continuidade com Jobs.

Bill Gates

Se Steve Jobs caracterizava o lado cool da Apple, a Microsoft ganhava fama de nerd no mesmo período e pode-se dizer que boa parte dessa aura foi construída em torno do retraído e não muito estiloso Bill Gates. O bilionário melhorou seu visual e passou a cuidar mais da aparência com o passar dos anos, mas seu alvorecer à frente do sistema operacional que catapultou os PCs é, em seus piores momentos, constrangedor…

Na medida em que a Microsoft ia se tornando uma potência tecnológica, alguém deve ter feito a cabeça do jovem Gates para ele se vestir como um homem de negócios e terno e gravata entraram no seu armário com vigor a partir dos anos 90:

A idade caiu bem em Bill Gates, que assumiu cada vez seu lado filantropo e simpático, na medida também que se distanciava da Microsoft. Os tempos de nerd ficaram para trás e até mesmo o velho pullover por cima da blusa social já não parece mais tão deslocado em sua nova imagem:

 

Queremos saber sua opinião