10 novidades da CES 2017 que você precisa conhecer

A Consumer Electronics Show é o maior palco anual para produtos eletrônicos que vão dar o que falar ao longo do ano e certamente farão parte do sonho de consumo de muita gente.

O evento que acontece em Las Vegas, a cidade do espetáculo e das apostas, terminou, mas deixou para trás um rastro de novidades de diferentes empresas já consagradas e muitas startups.

Reunimos aqui dez produtos que foram apresentados esse ano no pavilhão, não couberam em nossa cobertura diária das notícias, mas você precisa conhecer. A tendência forte deste ano está na Inteligência Artificial, com mais produtos smart, mais integração com a Internet das Coisas e a promessa de um futuro que quer chegar perto dos sonhos mais loucos da ficção-científica… Confira nossa lista:

1) Project Valerie (Razer)

A Razer compete no perigoso terreno dos notebooks para gamers e esse ano ganhou a concorrência da Samsung, que é estreante no setor, mas um gigante dos produtos eletrônicos. Qual foi a resposta da Razer para as rivais? Um notebook colossal com três telas de 17.3 polegadas e 4K de resolução que se abrem com braços robóticos. Ainda sem preço ou data de lançamento, Project Valerie pode atingir a impressionante marca de 11520×2160 de resolução disponível.

2) Box (Bitdefender)

Com cada vez mais dispositivos cooptados para a Internet das Coisas e com cada vez mais hackers recrutando esses mesmos dispositivos para suas botnets, a empresa de segurança Bitdefender resolveu apresentar uma solução para a casa conectada: Box, uma espécie de firewall inteligente movido a algoritmos de aprendizado capaz de identificar ameaças e proteger os outros dispositivos de ameaças externas.

3) Polar Team Pro Shirt (Polar)

Uma camisa inteligente? E por que não? A Polar, empresa especializada em produtos de monitoramento de informações de saúde, desenvolveu e apresentou durante a CES uma camisa esportiva capaz de acompanhar os batimentos cardíacos e outros dados do usuário, como velocidade e aceleração, em tempo real, sem a necessidade de dispositivos adicionais. Todos os sensores e transmissões estão incorporados em camadas dentro do tecido.

4) HoloLamp (HoloLamp)

Muito antes da tecnologia da Realidade Aumentada começar a existir, o cinema já havia nos apresentado filmes onde holografias eram capazes de interagir com objetos reais. Agora, a HoloLamp trouxe para a CES 2017 uma tecnologia que projeta objetos imaginários tridimensionais em superfícies reais e podem ser visualizados sem necessidade do usuário utilizar capacetes ou óculos especiais. A novidade já deve estar chegando às lojas no primeiro trimestre deste ano.

5) W (LG)

Entra CES, sai CES e as televisões ficam cada vez mais e mais finas. Desta vez, a LG pode ter superado com larga margem a expectativa dos usuários com W (de “Wallpaper”, papel de parede em Inglês). O nome completo é LG Signature OLED W7 e é uma televisão tão fina que pode ser literalmente colada na parede, não como um quadro, a exemplo de tantas outras, mas como um poster ou folha de papel. A tela OLED tem apenas 2.57mm e praticamente se integra com a parede.

6) Quilla Connected (QuirkLogic)

Quadro negro ou branco com giz ou marcador são coisa do passado. Empresas antenadas usam telas sensíveis a toque interativas e é bem provável que você já tenha ouvido falar ou mesmo visto a tecnologia. Mas, faltava a elas ainda a proporção dos quadros de antigamente… entra em cena a QuirkLogic com uma enorme tela de reuniões com 42 polegadas que pode ser conectada a outras telas eWriter e formar uma única área de apresentação multimídia, com 16 horas de autonomia de bateria.

7) MekaMon (Reach Robotics)

O gadget da Reach Robotics parece uma mistura indigesta de tendências: robótica, Realidade Aumentada e jogos para plataformas móveis. Mas a mistura funciona com esses robôs controlados por smartphones capazes de disputar acirradas batalhas em arenas virtuais. O produto completo permite enfrentar uma invasão alienígena em modo single-player, mas também abre espaço para lutas contra seus amigos, envolvendo dois ou mais robôs que podem ser customizados individualmente e armados para o mesmo confronto.

8) GeForce Now (Nvidia)

Jogos sendo executados a partir da nuvem e controlados por jogadores em terminais locais são uma promessa antiga da indústria, que já viu iniciativas como o OnLive nascerem e desaparecem do mapa. Desta vez, quem se arrisca na ideia é ninguém menos que a poderosa Nvidia que quer trazer o conceito para os PCs através do GeForce Now. Títulos de sucesso poderão ser acessados pelo jogador a uma taxa fixa, rodando em computadores poderosos remotamente, e jogados por streaming em máquinas mais modestas.

9) Concept-i (Toyota)

Veículos inteligentes não são novidade no pavilhão da CES, mas esse protótipo da Toyota quer mais do que simplesmente levar o passageiro do ponto A para o ponto B: ele quer entender o motorista e seus passageiros, seu estado emocional, seus padrões de comportamento e, a partir daí, oferecer a melhor experiência de trânsito possível para todos, ou, nas palavras da própria fabricante, “acolhedora, receptiva e, acima de tudo, divertida”.

10) Vuzix (Vuzix)

O Google pode ter aposentado seu projeto de óculos de Realidade Aumentada para consumidores finais, mas isso não significa que a tocha não pode ser levada adiante por outra empresa. E essa é a proposta da Vuzix: um dispositivo discreto que projeta informações no campo de visão do usuário e interage com aplicativos e outras fontes de dados. Com um processador embutido rodando Android e lentes de apenas 2mm de espessura, o óculos inteligente pode finalmente decolar.

Queremos saber sua opinião